quarta-feira, 2 de outubro de 2013

!Color! idas [mentes]



Na sombra desses olhos - enxergo todo aquele sonho e desejo
guardado nas lembranças - palavras - melodias - letras -  músicas.
Poderia dessa vez  fechá-los para a vaidade desse devaneio
musical. Minhas letras até mesmo podem confundir muitas
certezas. (("No Man's Land" )) Fôda! Quanta sensibilidade
em suas pautas Man! Sinto também que morremos para viver...
E a vida para morrer?  É..., sei que agora a sua vida está presa em
minha psycho memória. esse encantamento que
provoca deliciosas imaginações no mais
                                                                    p
                                                                       r
                                                                   o
                                                                        f
                                                                   u
                                                                         n
                                                                    d
                                                                         o
                                                    
                                                                               
                                                                           



 dos






                           s i l ê n c i o s









 "Quando eu vivo eu morro!" Syd Barrett


Syd Barrett - No Man's Land (1970)

0 comentários: