segunda-feira, 29 de junho de 2009

Comparação

A vida é uma comédia extraordinária!
E quanta vez o coração palpita
De uma alegria grande, imaginária,
Enquanto a luz das lágrimas se agita!

Há dias vi, por uma tarde vária,
Um vegetal em formidável grita.
Olhei… e percebi que a indumentária
Era pedra sustida em cada fita

De cada galho da árvore sentida…
E, à proporção que o vegetal gritava,
A seiva enriquecia-se de vida!

Então, pensei: Nesta existência dura,
Quanto mais fundo a lâmina se crava,
Tanto mais tempo a sensação perdura!

0 comentários: