quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Que seja todo torpor de prazer, seu corpo sobre o meu, suados de desejo,
colada a tua boca na minha como aliança de paixão.
Deitada em seu peito me sinto uma mulher menina, louca por suas carícias, e insana pelos teu beijos.

0 comentários: