quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Pai

Hoje acordei cheia de saudade
de sua companhia, de nossas longas conversas.
Saudade de tanta coisa,
que agora só me resta lembrar.
Um vazio imenso no peito
me dá vontade de chorar.
Lembro de quando era criança,
e me levava pra passear.
E quando sorria pra mim,
me sentia a filha mais feliz.
Mas o tempo foi passando
e mais frágil você foi ficando.
Tem um canção que diz assim:
"Faz um tempo eu quis fazer uma canção pra você viver mais"
Sempre que a escuto, lembro de ti meu pai.
Nunca sairá de minhas lembranças,
e nem do meu coração.
Sei que não foi um adeus,
mas sim um até mais.
E todas as veses que olhar pro céu,
a estrela mais brilhante é você,
me iluminando daí de cima.
Meu lindo e amado anjo protetor.

0 comentários: